Fazer Fácil, o maior site de ensino de coisas práticas do Brasil
Pesquisa Personalizada
Início >>Categorias>>Construção>>Rede de esgoto/ sanitário
Fazer Fácil também está no Twitter Fazer Fácil também está no Youtube

Instalação sanitária - rede de esgoto


Ao construir o alicerce, você deixou passagens para as tubulações de esgoto, conforme indicado na planta. Agora é chegado o momento de providenciar as ligações e armar o restante do esgoto.

Tenha em mente que você deve procurar usar produtos da melhor qualidade que seu orçamento permitir nessa etapa da construção. Material de má qualidade, com problemas em emendas e acabamento, pode deixar escapar mau cheiro para sua casa.

Observe a figura abaixo para compreender melhor como deve ser feita a instalação sanitária.

esquema de uma instalação sanitária de uma residência

A saída do vaso sanitário é direta na caixa de inspeção (Cl), de onde parte o encanamento para o esgoto da rua. A saída da pia da cozinha vai direto para a caixa de gordura (CGS). A saída do tanque vai para a caixa sifonada (CS); um ralo na cozinha poderá ir direto para a caixa sifonada (CS).

Anote as medidas dos tubos:

  • vaso sanitário: tubo de ferro fundido, manilha de barro vibrado ou pvc, com 100 mm
  • pia de cozinha: tubo pvc, com 50 mm
  • lavatório: tubo pvc, com 40 mm
  • bidé: tubo pvc, com 30 mm
  • banheira: tubo pvc, com 40 mm
  • tanque de lavar roupa: tubo pvc, com 40 mm
  • ralo do chuveiro (até o ralo sifonado): tubo pvc, com 30 mm
  • trecho do ralo sifonado do banheiro até a CI: tubo pvc, com 50 mm
  • ralo da cozinha (até a cs): tubo pvc, com 30 mm
  • ligações CS-CI e CGS-CI: manilha de barro ou tubo pvc, com 75 mm

A ligação da caixa de inspeção (Cl) com o coletor público, na rua, é feita com manilha de barro vibrado ou tubo de pvc, de diâmetro nunca inferior a 100 mm (4 polegadas).

Quando não existe rede pública de esgotos, normalmente se faz um sumidouro, onde a água resultante da instalação sanitária infiltra-se na terra.

Porém, não se permite que os esgotos sejam levados para a terra diretamente, havendo necessidade de tratá-los. Para este fim, é preciso construir uma fossa séptica, um sistema que permite a fermentação das fezes depositadas, ocorrendo a digestão através das bactérias que no local se desenvolvem.

A água que deixa a fossa, para se infiltrar na terra, estará relativamente tratada e com um número mínimo de germes nocivos. A figura da próxima página mostra o desenho de uma fossa.

A fossa deve ser construída em concreto; suas dimensões vão depender do número de pessoas que usarão os sanitários. Tome por base a tabela abaixo:

Todas as tubulações do sistema sanitário devem ser montadas de forma que haja uma ligeira queda, para facilitar o escoamento das águas. Se usar manilhas de barro virado, cuide para que as uniões fiquem perfeitamente conectadas.

desenho de uma fossa sanitária

Pessoas Dimensões internas (em mm) Capacidade (litros)
Comprimento Largura Profundidade
4 1,80 0,90 1,50 1900
6 1,90 0,90 1,50 2270
8 2,30 1,10 1,50 2850
10 2,60 1,10 1,70 3400
12 2,60 1,20 1,70 4150

Veja também:

Pesquisa Personalizada

Fazer Fácil - Política de Privacidade - Um site da HHC Internet