Fazer Fácil, o maior site de ensino de coisas práticas do Brasil
Pesquisa Personalizada
Início >>Categorias>>Motos>>Corrente da moto
Fazer Fácil também está no Twitter Fazer Fácil também está no Youtube

Corrente da moto - manutenção


Quando a folga da corrente for muito pequena, uma mudança na distância entre os centros das rodas dentadas devido ao movimento da suspensão, resultará em tensão excessiva na corrente.

Nessas condições, a corrente e a transmissão ou a carcaça do motor podem ser danificadas e o excesso de fricção afetará negativamente para o rendimento do veículo.

Uma folga excessiva na corrente produzirá fortes oscilações quando o veículo estiver em movimento. Nessas condições, a corrente pode soltar-se das rodas dentadas e danificar as peças atingidas.

Com o veículo em ponto morto, apoie-o no cavalete central ou cavalete lateral, dependendo do modelo.

Verifique a folga da corrente no ponto médio entre as rodas dentadas. Nos modelos equipados com o tensor da corrente, solte o tensor antes de inspecionar a folga.

Ajustando a corrente:

  • Solte a porca do eixo traseiro até que a roda possa ser movida;
  • Solte a contra porca do ajustador, ajuste a folga girando a porca ou parafuso de ajuste;
  • Nos ajustadores tipo caracol, gire as placas de ajuste;
  • No ajustador está incluída uma escala para indicar a posição de ajuste. Certifique-se de que a escala de ajuste está na mesma posição em ambos os lados.
  • Após o ajuste, reaperte a porca do eixo até o torque especificado.

Verifique novamente a folga da corrente:

  • Aperte a contra porca dos ajustadores;
  • Ajuste a folga do pedal do freio traseiro. (Esta etapa será desnecessária em casos de freio a disco.);
  • Ajuste o ponto de atuação do interruptor da luz do freio traseiro.

Após ajustar a folga da corrente, se a marca de alinhamento atingir o limite, substitua a corrente, a coroa e o pinhão. Sempre os substitua em conjunto para evita desgaste prematuro dos componentes novos.

Ajustador para facilitar a regulagem da corrente da moto

Atenção: se a posição de ajuste não for a mesma, a roda traseira estará desalinhada e poderá causar desgastes excessivos nos pneus, na roda dentada e na corrente.

Devido ao movimento da suspensão através do seu curso, a distância entre os centros da coroa e do pinhão varia.

Portanto, é importante ajustar a folga da corrente de modo que tenha uma quantidade mínima de folga aceitável quando o pinhão e a coroa estiverem mais distantes, ou seja, quando alinham os centros do pinhão, do parafuso de articulação do braço oscilante e do eixo traseiro.

Trocando a corrente da moto

Algumas correntes sem a junção requerem a remoção do braço oscilante para substituir a corrente de transmissão.

Use a ferramenta especial para remover e instalar o elo principal.

A placa externa deste tipo de elo principal é fixada expandindo as extremidades dos pinos com a ferramenta especial.

Posicione a trava do elo principal de modo que a extremidade aberta esteja voltada para o sentido contrário da rotação normal da corrente. Isto evita que a trava se desprenda da corrente ao entrar em contato com a guia da corrente ou outros objetos. Certifique-se de que a trava está assentada completamente.

Maneira correta de colocar a corrente da moto com a abertura do elo principal contra o sentido de rotação da corrente.

Atenção: Posicionamento incorreto do elo principal pode causar o rompimento da corrente e pode danificar a carcaça do motor, a roda traseira e o escapamento.

Verifique se todas as articulações dos elos se movimentam livremente sobre os pinos. Onde os elos estiverem enroscando levemente, aplique uma pequena quantidade de óleo de limpeza ou parafinas, certificando-se de que o óleo está penetrando. Após eliminar a dureza lubrifique a corrente. Nas correntes equipadas com anel de vedação, retire completamente o fluido de limpeza

ou parafina e seque a corrente totalmente.

Substitua a corrente, se a dureza da corrente não pode ser aliviada, o movimento dos elos não for suave ou houver danos nos elos ou nos roletes.

Os elos principais com anéis de vedação dispõem de 4 anéis fixados entre os roletes e as placas do elo principal. Instale os anéis de vedação como mostra a ilustração abaixo e fixe a trava nos pinos. Certifique-se de que não há folga entre a placa do elo principal e a trava.

Os anés de vedação do elo principal da corrente de moto

Limpeza e lubrificação da corrente da moto

Correntes com anéis de vedação

Aderência de lodo e pó e a falta de lubrificação diminuem bastante a vida útil da corrente. A limpeza e a lubrificação devem ser efetuadas periodicamente.

Para limpar as correntes com anéis de vedação não utilize o vapor ou lavagem com água sob alta pressão. Estes procedimentos deterioram os anéis de vedação, encurtando a vida útil da corrente pela perda de graxa. Use apenas querosene para limpar a corrente.

Limpe a corrente com um detergente adequado, seque-a completamente e aplique o óleo para transmissão # 80-90

Limpeza e lubrificação da corrente com anés de vedação

Correntes sem anéis de vedação

Remova toda a sujeira da corrente com óleo de limpeza ou parafina, seque a corrente completamente e aplique o óleo para transmissão # 80-90 ou um lubrificante de corrente adequado.

Limpeza e lubrificação da corrente de moto sem anél de vedação

Verificação do pinhão e da coroa

Verifique os desgastes da coroa e pinhão e o aperto dos parafusos. Se os parafusos estiverem frouxos, aperte-os. Se a coroa ou o pinhão estiverem gastos ou danificados troque a relação completa (coroa, corrente e o pinhão).

Aspecto de uma coroa ou pinhão com os dentes gastos ou danificados

Veja também:

Pesquisa Personalizada

Fazer Fácil - Política de Privacidade - Um site da HHC Internet