Fazer Fácil, o maior site de ensino de coisas práticas do Brasil
Pesquisa Personalizada
Início >>Categorias>>Redes>>Placa de rede
Fazer Fácil também está no Twitter Fazer Fácil também está no Youtube

Hardware de rede, a placa de rede


A primeira coisa a ser levada em conta, mesmo antes de começar a traçar a rede no papel, é a quantidade de hardware que teremos à disposição para interligar em rede. Em uma rede residencial, por exemplo, teríamos dois computadores e o modem ADSL ou banda larga, utilizado para interconectar nossa residência à Web. Portanto, já temos o primeiro requisito necessário para a existência de uma rede: mais de um computador ou dispositivo de hardware a serem interligados.

Placas

Para que as máquinas se comuniquem em uma rede, elas devem possuir um dispositivo de hardware que funcione como interface entre o hardware local e os outros computadores ou dispositivos de hardware. Uma interface é um componente que permite a comunicação entre dois ou mais dispositivos, ou entre o usuário e o computador: o monitor de vídeo, por exemplo, é um equipamento de interface. No nosso caso, a interface é a placa de rede, também conhecida, tecnicamente, como placa de rede Ethernet (nome do modelo de redes que utiliza esse dispositivo como padrão). As placas Ethernet, no início de sua utilização, eram encontradas no formato 10/10 (taxa de transmissão de 10 MB/s). Essa informação não é muito importante, a não ser que você utilize computadores ou hubs antigos para interligar sua rede. Atualmente, o padrão aceito é o de placas Ethernet 10/100 (100 MB/s) que, por motivo de compatibilidade, podem funcionar também a 10 MB/s.

Para descobrir se suas máquinas possuem placa de rede, basta observar a parte traseira do gabinete, procurando por uma porta de conexão Ethernet, como mostra a foto a seguir:

placa de rede ethernet atrás do gabinete com conector RJ-45

Não possuir essas entradas (oficialmente chamadas de RJ-45) nem sempre significa ausência de suporte a rede: podemos, simplesmente, estar diante de uma placa de rede onboard (integrada à placa-mãe).

Nesses casos, podemos tirar a dúvida de três maneiras:

  • Consultando o manual da placa-mãe, procurando por dispositivos Ethernet onboard;
  • Por meio do Setup da BIOS, normalmente acessível pela tecla Delete, ou pela combinação de teclas Ctrl + F2, no momento em que o computador é ligado. Dentro do Setup, acesse Peripheral Options e procure por uma opção como Ethernet Card Option (o nome da opção pode variar entre os diversos modelos de placa). Habilite a placa de rede. Se, no momento do boot, a placa de rede surgir na listagem de dispositivos PCI que aparece durante a inicialização da CPU - e for pedido um driver de placa de rede na inicialização do Windows -, existe uma placa de rede e ela parece funcionar perfeitamente. Se a placa aparecer na tabela PCI, mas não for reconhecida pelo Windows ou não aceitar a instalação dos drivers, você tem uma placa de rede defeituosa - e, provavelmente, é por isso que ela não aparecia. Nesse caso, retorne ao Setup da BIOS e desabilite a placa novamente;
  • Utilizando um softaware de reconhecimento de hardware como o Astra 32. Se ele encontrar alguma coisa, provavelmente você tem uma placa de rede onboard.

Se você possui uma placa de rede e ela não funciona, provavelmente o que está faltando é o conector, que, em placas onboard, está ligado à placa-mãe por um cabo de transmissão de dados, também conhecido pelos técnicos de hardware como "rabicho". Se o seu problema é este, adquira um conector ou rabicho para placa de rede.

Depois, abra sua CPU e, com o auxílio do manual de sua placa-mãe, procure pelo conector da placa de rede em que o rabicho deve ser ligado. Se você não possuir o manual, procure por ele no Centro de Manuais de Placas-mães, o melhor centro de referência sobre placas-mãe da internet. Só não tente fazer experiências: em placas de rede, ligar o rabicho no conector errado pode significar, na maioria das vezes, a inutilização do dispositivo pois ele queimará.

Após fazer a ligação, procure por uma baia traseira livre em seu computador. Fixe a parte da frente do rabicho, onde está o conector Ethernet, com os parafusos que o acompanham.

Finalmente, ligue o computador: se você conectou o rabicho corretamente, a luzinha verde com a palavra link decalcada ao lado acenderá assim que você conectar um cabo de rede a ela.

placa de rede onboard com conector externo

Veja também:

Pesquisa Personalizada

Fazer Fácil - Política de Privacidade - Um site da HHC Internet