Fazer Fácil, o maior site de ensino de coisas práticas do Brasil
Pesquisa Personalizada
Início >>Categorias>>Como fazer um site>>Como escolher o tipo de site mais adequado as suas necessidades
Fazer Fácil também está no Twitter Fazer Fácil também está no Youtube

Escolher o tipo de site de mais adequado


Se voltarmos atrás, entre 1995 e 2000, se você quisesse tem um site, precisaria compreender bastante a linguagem HTML para colocá-lo em funcionamento.

Era um consenso que se você tivesse um site, seria um gênio capaz de digitar um monte de códigos e palavras ininteligíveis para a maior parte dos mortais, e se fosse bom mesmo, teria um site que atrairia muitas pessoas. Muitas pessoas, nessa época, significava algo em torno de 300 pessoas que acessavam o site. Não havia o Google ou Yahoo capaz de levar milhares (ou milhões) de pessoas ao seu site. Cada página tinha que ser manualmente feita para o conteúdo dela.

Hoje isso mudou muito. Se você quiser ainda pode fazer um site da maneira antiga digitando códigos em html em uma página do Notepad e salvando-a com a extensão htm (ou html). Mas até mesmo se quiser fazer um site dessa maneira hoje existem editores como o Dreamweaver e o Frontpage (ambos WYSIWYG - o que você vê é o que tem), que facilitam enormemente esse processo.

CMS e plataforma de blogs

A revolução na Internet que permitiu a milhões fazerem seus próprios sites foi a criação de CMSs (Content Management System - sistemas de gerenciamento de conteúdo) e plataformas de blog.

Usando um ou outro você faz sites profissionais sem precisar conhecer detalhes técnicos de HTML, CSS, banco de dados XHTML, etc. Toda essa parte é feita por eles e você apenas precisa se preocupar em gerar conteúdo, que é semelhante a escrever um texto no Word e colocar uma imagem ou vídeo nele, por exemplo.

E se você não quiser mesmo se preocupar com nada, apenas gerar conteúdo para suas páginas da Web, ainda pode colocar seu site em uma plataforma administrada, que se preocupa com todas as questões técnicas relativas a configuração de servidor, etc., embora tenha algumas limitações.

O que é um CMS

Um CMS é um sistema que gerencia websites, integrando várias ferramentas, sem a necessidade de programação. Um CMS é um "esqueleto" de site, tornando o conteúdo independente da aparência do site. Inclusive, um bom CMS permite que você troque a aparência de um site apenas com alguns cliques do mouse, o que seria impensável antigamente. Não é preciso pessoal especializado, pois qualquer pessoa que saiba usar um programa de processamento de texto (como o Word) pode gerar conteúdo. Existem CMSs pagos e gratuitos.

Vamos olhar os CMS gratuitos que, devido a quantidade de pessoas espontaneamente comprometidas com seu desenvolvimento e aperfeiçoamento, são considerados melhores do que a maior parte dos pagos.

Na criação de sites os CMS gratuitos mais utilizados são o Joomla e o WordPress, que olharemos com mais detalhes, embora existam dezenas de outros. Veja outros CMS gratuitos. Também olharemos o WebNode.

O que é um blog

Em relação aos blogs existem várias deles com destaque para a WordPress.com e Blogger. Existem outros como Movable type, Expression Engine, Type Pad, etc.. mas dada a quantidade de usuários, o desenvolvimento, recursos e a possibilidades de configuração realmente os dois primeiros são os que predominam.

Um blog (abreviação de weblog) originalmente foi concebido como um diário pessoal onde as pessoas publicavam o que quisessem. Esse conceito mudou muito com as principais plataformas de Blog tornando-se verdadeiros CMS, capazes de criar outros tipos de sites além de blogs. O WordPress.org e o melhor exemplo dessa mudança;

Um exemplo de blog na antiga acepção do termo (mas não adequado para a criação de um site profissional) é o Tumblr

O Wordpress além de ser um blog pode ser usado também como um CMS.

Veja também:

Pesquisa Personalizada

Fazer Fácil - Política de Privacidade - Um site da HHC Internet