Fazer Fácil, o maior site de ensino de coisas práticas do Brasil
Google
Skype a a segurança da rede
Fazer Fácil também está no Twitter Fazer Fácil também está no Youtube

O Skype e a segurança da rede interna da empresa


O Skype foi originalmente concebido para ser um produto orientado para o consumidor, mas devido à sua transmissão segura de vídeo, áudio, texto e imagens, rapidamente ganhou força no mundo dos negócios.

No entanto, essas mesmas características do Skype podem trazer ameaças a rede interna da empresa. Para acalmar e responder a estas preocupações, o Skype está incorporando recursos de TI para torná-lo amigável.

O Skype pode ser implantado das empresas das seguintes formas:

  • Proibido completamente: Se você tem um ambiente de TI altamente seguro, que qualquer comunicação externa pode trazer ameaças nesses casos, a proibição do uso do Skype em qualquer forma seria prudente.
  • Desabilitar a capacidade de transferência de arquivos do Skype: transferências de arquivos do Skype são seguras e criptografadas. Ao mesmo tempo isto significa que uma pessoa que tem acesso a arquivos confidenciais pode transferir esses arquivos para terceiros externos. A única maneira de controlar a situação é desativar a capacidade de transferência de arquivos do Skype. Você pode fazer isso através de alterações no Registro do Windows do computador com o Skype e impedindo usuários não autorizados de alterem as configurações de registro.
  • Desabilitar todas as APIs Skype: Mesmo que o Skype funciona de uma forma que é aceitável, dentro das práticas e políticas de sua organização, pode ser cauteloso impedir que outros programas possam explorar os recursos do Skype através do Application Programming Interface, ou API. Nesse caso, você pode desativar a API do Skype para que outros programas não podem fazer interface com o Skype.

Restringir os recursos dentro do Skype não é simplesmente uma questão de selecionar algumas item de um menu e pronto, está feito. A configuração correta de segurança implica muito mais do que fazer mudanças para no Skype em si. Se você desativar um recurso, como a habilidade de transferir arquivos, você também tem que restringir o acesso do usuário final a recursos administrativos do computador. Caso contrário, os usuários finais podem simplesmente desfazer as configurações.

Em suma, fazer alterações em apenas Skype não é suficiente. Você deve proteger toda a infra-estrutura computacional de sua organização.

Google

Fazer Fácil - Política de Privacidade