Fazer Fácil, o maior site de ensino de coisas práticas do Brasil
Pesquisa Personalizada
Início >>TV por assinatura>>TV por assinatura, um mercado em crise
Fazer Fácil também está no Twitter Fazer Fácil também está no Youtube

TV por assinatura, um mercado em crise


O mercado de TV por assinatura está em crise. O número de assinaturas canceladas diz claramente isso: de março de 2017 a março de 2018 foram canceladas nada menos do que 1.081.024 assinaturas, segundo a ANATEL

Essa crise tem várias causas:

  • Crise econômica persistente e alto desemprego, reduzindo o poder de compra dos consumidores;
  • Piora na qualidade da programação dos canais pagos;
  • Preços altos cobrados pelas operadoras;
  • Pirataria "gatonet";
  • Alternativas legais mais vantajosas baseadas em streaming como Netflix, Amazon Prime Video e IPTV;

Alto preço cobrado pelas operadoras de tv por assinatura

Todas as operadoras de TV por assinatura têm os chamados planos básicos que, na prática, são os canais disponíveis na TV digital aberta mais alguns poucos canais pagos.

Elas não poderiam oferecer esse pacote de graça pois tem custos de operação a serem cobertos. Mas é inaceitável cobrar R$ 59,00 por mês (no plano combo) como faz a Net para ele.

Piora na qualidade da programação

Como forma de reduzir seus custos, as operadoras de TV por assinatura alteraram a programação dos canais, o que refletiu numa queda da qualidade deles. Clientes antigos notam a queda de qualidade em canais de filmes: filmes novos estão demorando muito mais a serem colocados na programação, repetição frequente deles, etc. Canais como National Geographic e Discovery apresentam programação antiga e repetitiva, etc.

Pirataria “gatonet”

A pirataria é uma realidade e não é só em áreas com menor poder aquisitivo. Embora com a venda proibida no Brasil, é facílimo encontrar a vendas receptores e decodificadores capazes de desbloquear o sinal das operadoras de TV por assinatura

Alternativas legais à TV por assinatura

Atualmente existem muitas alternativas legais à TV por assinatura. Só usa receptor/ decodificador pirata quem quer.

Netflix, alternativa à tv por assinatura que caiu no gosto do brasileiro

São tantas as alternativas para não pagar TV por assinatura que trataremos elas em outro artigo.

É importante você lembrar que as alternativas para a TV por assinatura, sejam elas legais ou ilegais, dependem de Internet. Portanto, seja qual for a decisão que você for tomar quanto a Tv por assinatura, deve permanecer com a Internet.

Hoje você deve fazer uma conta cuidadosa para ver se vale a pena continuar pagando a Tv por assinatura. Veja quanto você vai economizar num período de um ano.

 

Veja também:

Pesquisa Personalizada

Fazer Fácil - Política de Privacidade - Um site da HHC Internet