Como forrar as paredes com o papel de parede: Acerto, alinhamento e colagem

Acerto, alinhamento e colagem do papel de parede

1. Corte os rolos em alturas (tiras com o comprimento necessário) com cerca de 5 cm a mais que a altura da parede, para poder acertar depois. As alturas serão coladas lado a lado, sendo, portanto, necessário acertar o seu desenho conforme vão sendo cortadas.

2. Recorra ao fio-de-prumo, ou prumo de centro, para certificar-se de que o papel fica aplicado verticalmente. Nunca alinhe o papel pelas superfícies verticais das ombreiras das janelas, pois, tal como sucede com as ombreiras das portas ou os cantos, aquelas podem não se encontrar na vertical.

Comece a aplicar o papel a partir de um foco de luz natural, geralmente uma janela, para evitar que qualquer sobreposição do papel nas juntas (uniões) origine uma sombra.

Por onde começar a aplicação do papel de parede para garantir um bom acabamento
Por onde começar a aplicação do papel de parede para garantir um bom acabamento

3. Coloque sobre a mesa de trabalho as alturas já cortadas, com o desenho voltado para baixo, ficando ambas as extremidades do papel pendentes de cada um dos topos da mesa. Ao colocar as tiras umas sobre as outras, deixe aproximadamente 1 cm sempre recolhido em relação à ourela da tira de papel que fica por baixo. Deste modo evita-se sujar a mesa, que depois iria, por sua vez, sujar a superfície do papel a aplicar.

Aplicação correta de cola no papel de parede
Aplicação correta de cola no papel de parede

Molhe na cola cerca de um terço do comprimento das cerdas da trincha, premindo-a depois contra a borda do balde, para retirar o possível excesso de cola.

Divida a altura de papel em três faixas longitudinais imaginárias e aplique a cola primeiro na faixa central — a mais larga (n.° 1). Nas duas faixas laterais a cola deve ser aplicada da faixa central imaginária para as periferias.

4. Em seguida comece a aplicar a cola na faixa mais afastada de si (n.° 2).

5. Puxe depois o papel na sua direção, de maneira que a borda que ficar do seu lado ultrapasse em 5 mm, aproximadamente, o tampo da mesa, e aplique a cola nesta terceira faixa (n.° 3).

6. Uma vez aplicada a cola na primeira metade do comprimento da tira, dobre-a, colocando a extremidade já com cola sobre a parte central, e, em seguida, aplique a cola no resto do papel. Quando acabar, dobre também esta metade da tira. Procure trabalhar de maneira a ter sempre uma tira sobressalente com cola já aplicada enquanto coloca outra tira, e assim sucessivamente.

Técnica para colagem do papel de parede
Técnica para colagem do papel de parede

Aplicação, acabamento e revestimento dos cantos

7. Leve a primeira folha de papel dobrada até a parede. Utilize uma escada comum ou de dois degraus, ou ainda um banco ou uma mesa que lhe permitam com segurança alcançar a altura máxima da parede.

8. Desdobre a parte superior da folha. Aplique a extremidade superior e correta do papel (conforme o desenho) de modo que esta ultrapasse um pouco a parte que separa a parede do telo, e alinhe o lado do papel pelo risco vertical anteriormente traçado na parede.

9. Passe a escova de alisar partindo do centro do papel para os lados e ainda em movimentos descendentes, a fim de fazer desaparecer todas as bolhas de ar que possam ter ficado entre a parede e o papel.

10. Uma vez aplicada a parte superior do papel, referente a cerca de metade da tira, desdobre a parte inferior e, com a escova de alisar, proceda do mesmo modo ale o papel ficar completamente liso.

11. Com as costas de uma tesoura vinque as margens excedentes do teto, do rodapé e ainda em volta das janelas e portas para definir a linha onde o papel deve ser cortado.

12. Levante um pouco o papel e corte as margens excedentes cuidadosamente. Antes, porém, de voltar a colar a parte cortada, elimine, com uma esponja, qualquer excesso de cola do teto, do rodapé e de qualquer superfície de madeira.

13. A tira seguinte deve ser colocada meio solta na parede, o mais próximo possível da primeira. Coloque-a ao lado da primeira de modo a formar uma perfeita ligação topo a topo com esta, alise-a e acerte do mesmo modo como procedeu anteriormente.

14. Como, com frequência, os cantos não estão perfeitamente verticais, não os contorne, ao revesti-los, com uma tira inteira, pois o papel acabara por ficar com rugas. Para evitar esta imperfeição, meça em diversos pontos a distância que separa do canto a última tira de papel, acrescente 0,5 cm à medida maior e corte uma altura de papel com esta largura. Aplique depois a cola, coloque o papel e alise-o de modo que estes 0,5 cm extras cubram o canto.

15. Aplique, em seguida, o que resta da tira que cortou, de modo que esta, no canto, sobreponha, no mínimo, a margem deixada pela tira anterior. Com o fio-de-prumo, verifique se a tira está perfeitamente vertical.

Técnica para colagem do papel de parede
Técnica para colagem do papel de parede

Interruptores, lareiras e cantos difíceis

16. A tira de papel que fica acima da lareira deve ser colocada ao centro desta, especialmente se se tratar de papéis com desenho, já que a lareira é o ponto visual central da divisão. Uma vez aplicada esta tira, retome o trabalho de colocação das tiras restantes segundo a ordem indicada na gravura anteriormente apresentada.

17. Seja particularmente cuidadoso ao acertar o papel em volta da lareira, pois o peso do papel poderá causar rasgões em alguns pontos.

18. Acerte o papel em volta do parapeito; remova o excedente antes de alisá-lo e faça os cortes finais para assentar nas molduras.

19. Deixe um excedente de 2,5 cm de papel ao revestir os cantos formados pela lareira e a parede.

20. Antes de começar a aplicar o papel em volta de um interruptor, desligue o quadro elétrico. É aconselhável desmontar os interruptores salientes e voltar a montá-los uma vez revestida a parede. Se não for possível a desmontagem, pressione o papel sobre o botão do interruptor e, a partir desse ponto, faça uma série de cortes formando um X. Se puder, retire o espelho do interruptor para obter um acabamento mais perfeito.

21. Proceda aos acertos cortando o excedente e alise o papel. No caso de um interruptor embutido, desmonte-o e acerte o papel no interior da reentrância onde o interruptor se aloja – a caixa do interruptor.

22. Quanto aos alizares das portas, marque, ao longo destes, linhas de corte, servindo-se das costas da tesoura.

23. Em seguida, levante o papel e corte-o ao longo dessa linha, a fim de remover o excedente.

24. No caso das janelas, aplique primeiro o papel nas paredes laterais do vão e depois sobreponha as tiras contíguas, como indicado na gravura, para ocultar as linhas de junção. No caso de papéis de relevo ou vinílicos, aplique tiras inteiras contornando os vãos das janelas e acerte convenientemente o desenho.

Técnica correta de aplicar papel de parede em diferentes superfícies
Técnica correta de aplicar papel de parede em diferentes superfícies

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.