Tipos de tinta e como pintar a construção

Paredes, tetos, portas e janelas são pintados para que apresentem maior beleza e tenham maior duração. Os tipos de tintas utilizadas são variados, a saber:

  • Tintas solúveis em água
    • Laváveis: de plástico
    • Não laváveis: caiação
  • Tintas não solúveis em água
    • Óleo: brilhantes e foscas
    • Esmalte: comum ou sintético
    • Epóxi

Caiação

É o tipo mais fácil e mais barato de pintura, embora seja também o de acabamento menos bonito e de menor duração. Hoje, compra-se cal já extinta nas lojas, misturando-se com óleo de linhaça e um corante (caso se deseje uma cor). Para pintura em cor branca, a mistura é de água, cal e óleo de linhaça.

Caso você compre cal vigem, precisará fazer sua extinção. É um processo fácil, que consiste em misturar a cal com água, na proporção de 1:3. Para cada porção de cal, três de água. Inicia-se a reação com o aquecimento da cal, pelo que não se pode fazer a sua extinção em vasilhames plásticos; depois de 48 horas, a cal estará totalmente extinta, podendo ser passada em uma peneira

Misture a cal extinta com água até obter uma substância homogénea; precisará mexer bastante. Adicione corante (que é comprado em caixas de papelão ou bisnaga) até obter a cor desejada; coloque óleo de linhaça na proporção de 1 de óleo, 200 litros de tinta.

Nunca misture os corantes diretamente no vasilhame de cal; primeiro, faça a diluição em água, separadamente, para depois ir adicionando o corante aos poucos até conseguir a cor desejada. Faça sempre uma quantidade suficiente para cobrir a área a ser pintada por completo, pois lhe será muito difícil conseguir a mesma mistura uma segunda vez.

Não é preciso raspar ou lixar as paredes, bastando que estejam limpas do excesso de poeira. Talvez seja melhor passar uma vassoura para retirar pequenos excessos (grãos de areia do emboço). Use uma broxa para a aplicação, já que a superfície está áspera, passando três demãos; a primeira, no sentido vertical, a segunda, no sentido horizontal; finalmente, a terceira, no sentido vertical. Este processo evitará que fiquem falhas na pintura, mas só se deve dar a demão seguinte após a secagem da anterior.

Tintas plásticas

São as mais conhecidas; proporcionam um acabamento muito melhor que a caiação, resistem à ação do tempo e podem ser aplicadas sem maiores técnicas. Escolha uma tinta plástica indicada para interiores e exteriores, o que significa que ela possui melhor qualidade.

Visto que estas tintas são mais resistentes, a superfície pintada suporta algumas lavagens. Elas podem ser usadas nas cores originais, ou misturadas para se conseguir um novo padrão.

Elas vêm praticamente prontas para o uso, devendo ser misturada com água, conforme instruções contidas na embalagem. De uma forma geral, os fabricantes recomendam a proporção 1:4.

As tintas plásticas são aplicadas com broxa (paredes ásperas), rolos, pincéis e até mesmo pistolas de ar comprimido. Normalmente, pinta-se diretamente sobre o emboço, nas paredes exteriores, dando a superfície um aspecto áspero, embora durável e resistente à chuva. Nas paredes interiores, onde se deseja melhor acabamento, deve-se colocar massa corrida antes da pintura.

Não se pode utilizar a tinta plástica sobre uma superfície caiada; ela acabaria saindo em pouco tempo. Nesse caso, precisará raspar a caiação.

Tintas a óleo

A pintura com tinta a óleo é a mais indicada para portas e janelas, de metal ou de madeira, e paredes de cozinhas, copas, banheiros e outros compartimentos onde se deseje ter uma superfície realmente lavável.

Para uma superfície ser pintada com tinta à óleo, torna-se imprescindível que ela esteja uniforme e totalmente limpa. No caso de portas e janelas, ou demais guarnições, exige-se a raspagem com lixa. Vamos fornecer instruções detalhadas para cada tipo, dando os passos um a um.

A tinta a óleo já vem pronta para o uso; antes de iniciar a pintura, deve-se mexer o líquido com um pedaço de madeira limpa; quando a tinta vai chegando ao final, é normal que engrosse, o que dificulta o trabalho. Neste caso, adiciona-se solvente (aguarrás) até que a tinta fique mais fluida.

Dica importante sobre aplicação de tinta a óleo com pincel

As tintas a óleo são aplicadas com pincéis, rolos ou pistolas de ar comprimido. Muitas vezes, ao aplicá-las com o pincel, o profissional percebe uma certa dificuldade, como se a tinta estivesse “colando”, prendendo o pincel. Quando isso ocorre, profissionais experimentados costumam adicionar um pouco de óleo de linhaça na tinta (quantidade mínima), o que faz com que o pincel deslize melhor.

Os itens seguintes explicarão em detalhes o procedimento para cada tipo de pintura com tinta a óleo.

Portas, janelas e outras esquadrias de ferro

  1. limpeza e polimento da peça de ferro, retirando-se todas as sujeiras com lixa apropriada (para ferro);
  2. aplicação de uma demão de tinta base (primer), como o zarcão, óxido de ferro ou qualquer outra tinta â base de cromato de zinco;
  3. correção de pequenas irregularidades com massa rápida, a qual deverá ser lixada até que a superfície fique por completo uniformizada;
  4. aplicação da segunda demão do primer, quando se tratar de peça que ficará exposta ao sol e chuva;
  5. aplicação de duas demãos da tinta a óleo, sendo que a segunda só depois de completa secagem da primeira.

Portas e janelas de madeira

  1. Limpeza da superfície com lixa de madeira;
  2. aplicação de uma demão de tinta à base de zarcão;
  3. eliminar pequenas irregularidades com massa aplicada com a espátula; lixar para uniformizar a superfície;
  4. aplicar duas ou três demãos de tinta a óleo; a segunda demão deve aguardar pelo menos 24 horas, para que a anterior esteja completamente seca.

Paredes e tetos

  1. aplicar massa plástica para que a parede fique completamente uniforme. Pode-se pintar com tinta a óleo em paredes sem este acabamento, mas o aspecto não será dos melhores. O acabamento final é feito com lixa fina. O processo de preparação da parede é responsável pela qualidade final do trabalho; no tópico emboço, o assunto foi tratado com maiores detalhes. Este é um trabalho que deve ser deixado a cargo apenas de profissionais competentes. Antes da pintura, verifique se as paredes estão realmente limpas;
  2. aplicar duas demãos de tinta a óleo, tomando cuidado para que a segunda somente seja feita depois que a primeira estiver completamente seca

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.